03 outubro, 2007

Imagine

3 comentários:

Poliedro disse...

Mãos mágicas como as tuas.
Tudo concebem e tudo é extremamente fácil e simples.
A figura, as figuras humanas, adornadas com muito talento.
MARAVILHOSA escolha!
Que a minha perplexidade te sugira tentares. Tu consegui-lo-ias de certeza. Absoluta!
Um Bem-Hajas de amizade e muita consideração pelo que és.
pena

Nilson Barcelli disse...

Nestas coisas fico sempre de boca aberta, porque desenho à mão livre nunca foi o meu forte.
O pintor sabe o que faz, mas percebe-se, de qualquer modo, que ele já fez aquilo dezenas ou centenas de vezes.
Mas imaginei, sim senhor... e gostei.
Bfs, beijinhos.

a. quelhas disse...

Esta é uma arte, mas que tem alguns truques invisiveis.Há artistas que tem mais facilidade para pintar sobre grandes suportes, mas os truques são fundamentais.
A proporcionalidade é a grande dificuldade, assim há referências que o pintor pode construir sobre a tela, ou memoriza. Os vértices da tela, uma malha imaginária, as medianas e as diagonais, são estruturas que ajudam imenso.
Mas garanto que este pintou n vezes a mesma coisa, para construir as suas referências, e o resultado é este.
Bom fim de semana