29 setembro, 2007

Casas hidráulicas(Cont)

Vai ser pior que batalha naval!
- Casa pintada de verde alface, com grandes águas furtadas à francesa!?
- Um tiro num submarino de dois canos!
- Maison com fênetres de alumínio…
- Um porta aviões no fundo!
No entanto….
- Um prédio “pato bravo” com localização afastada do mar….
- ÁGUA!

Bem nem tudo é perfeito!

Mas supondo que esta ideia virá a solucionar muitos problemas nas zonas costeiras, vejamos…
vai ser um descanso para as autarquias. Assim já se poderá construir em todo o lado, basta ter o elevadorzito operacional, e quanto mais perto da água melhor! E mais, quando as casas propostas são feias, muito feias, horríveis, os técnicos municipais poderão esquecer o artigo da estética e aprovar os projectos sob condições - de esconder a casa, no dia de Portugal ou no dia internacional da arquitectura.
Esta ideia genial abre um campo de acção tremendo. Até que enfim que as antenas de televisão poderão afundar de vez, proponho eu.
E não pensem que isto se esgota na preservação da paisagem.

Veja em relação a visitas indesejaveis:
Imagine que você esta lá na sua maison de vacances, muito sossegado a dormir a sesta e um amigo bem xato, telefona-lhe a dizer que o vai visitar no fim de semana, para gozar o bem bom da praia.

O que é que você faz?

Diz-lhe que a sua maison foi demolida… e nos dias seguintes, caso o seu amigo seja de facto persistente, a solução é accionar o elevador, afundar e pronto!
Nem na Gerra do Golfo conseguiram artes miméticas tão eficientes!

Imagine que as suas férias acabaram, já arrumou as malas no carro, resta pouco espaço para levar as crianças e muito menos a sogra… pede à sogra para ir ver se esqueceram algo no frigorifico e … a sogra ficará lá até ao ano seguinte a praticar espeleologia.
Durante a noite, acciona o elevador, e os amigos do alheio ate ficam “embaralhados”! Ah pois é!
Depois poderá brincar às escondidas com os vizinhos, …. 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 …ora se vê, ora se não vê e toca a procurar. Quem deixar a chaminé de fora e for detectado, já sabe fica a procurar os outros – um game play urbano fixe! Qual SimCity?!.
Só tem um problema.
Estas casas de férias afundadas, vão dar uma trabalheira para as encontrar no ano seguinte, no meio das ervas, das giestas….
Algum rabo tem que ficar de fora para sinalizar.

5 comentários:

Té la mà Maria - Reus disse...

dos posts casas hidraulicas geniales y muy bien escritos
felicidades

obrigados des de Reus

Anónimo disse...

Ah ah ah então a ventilação horizontal e transversal?????
Archie

Poliedro disse...

Amiga Anabela:
Segui a tua narrativa com delícia e encanto. Belas sugestões.
E, que dizes, esconder as casas durante todo o ano? Ao menos ninguém nos importunava. Vivíamos sossegadinhos, sem ter de aturar pessoas inoportunas ou enfadonhas, que nos suscitam desencanto por tudo o que concebemos com muito cuidado, carinho, dedicação e empenho. Essas pessoas destroem sonhos para lá da realidade. Percebes?
Refiro-me a certas pessoas...!!!
Obrigado pelo talento e encanto que vão em ti. És prodigiosa e deslumbrante em tudo o que dizes e fazes.
Um Bem-Haja de pura amizade.
Beijos amigos de sinceridade
pena

Anónimo disse...

Gostei da sogra... boa ideia.
J. A.

Poliedro disse...

Infelizmente a minha sogra já "partiu". Não regressará mais.
Adorava-a. Como era excelente para mim. Como de uma outra MÃE se tratasse.
Oxalá, lá cima, seja feliz na companhia de Deus. É o que consigo expressar com sinceridade e comoção quando falo dela.