20 julho, 2007

HOJE


A bombar desde o cedo da madrugada, feito em 6 horas da manhã, mal aclarou o dia.

Chamaram à minha ida ao dentista, de coisa sensual. Ele há coisas!

Nas idas e vindas, passei no Piolho, e espiolhei as esculturas do Gerardo Rueda, e sobraram-me dedos das mãos, na contagem.

Publicidade maior que a obra!
A publicidade na fachada da reitoria do Porto, está óptima; entrando se valoriza ainda mais, dado que as pequeninas maquetes se perdem… só mesmo perguntando.

Parabéns aos finalistas do Instituto Politécnico do Porto. Take Away, está de +!

A tarte de cereja do museu Soares dos Reis, estava deliciosa.

Para terminar, livraria Lello, sempre!

3 comentários:

Poliedro disse...

A cidade do Porto!
Como me fazes recordar: O Piolho, onde aprendi a intelectualidade de viver. É verdade.
A Livraria Lello, inconfundível.
Pelos vistos, o Instituto Politécnico do Porto continua "desorientado". Está bem, pergunta-se.
Fazes me entrar num Universo fantástico de recordações inesquecíveis, que não se perderam na agitação e na confusão dos imensos instantes da Vida.
Obrigado.
E, o dentista? Correu bem?
Beijos
Pena

Té la mà Maria - Reus disse...

beijos y encantado con volver a visitar su blog

obrigado

JotaCê Carranca disse...

Será que reconhecerei um dia a cidade do Porto? Acho que não. As pernas que o calcorrearam já não são como dantes, se habituaram a 4 rodas e já não conseguem percorrer os passeios uni-pessoais da cidade velha...